Loopop Review: Ableton Live e Presonus Faderport 8

Faders motorizados facilitam o trabalho com o DAW?

O FaderPort 8 da PreSonus é um controlador projetado para trabalhar com vários DAWs (digital audio workstation), e seu principal diferencial em comparação com os controladores MIDI comuns é o uso de faders motorizados. Embora isso inicialmente pareça apenas um truque, o uso desses faders é uma experiência transformadora, fazendo com que um DAW pareça mais um instrumento e não apenas um software. O FaderPort 8 é oficialmente compatível com o Logic, o Pro Tools, o Cubase, o Sonar, o Ableton Live e o próprio Studio One da PreSonus, e provavelmente com qualquer DAW compatível com os padrões HUI ou MCU. Esta análise e o vídeo a seguir se concentram apenas no Ableton Live.

Review em vídeo, narrado em inglês

Integração MCU

Antes de entrarmos nos detalhes, é importante notar que a integração com o Ableton Live é baseada em MCU – o padrão Mackie Control, o que significa que não é uma integração tão ilimitada quanto seria possível usando um script dedicado do próprio Ableton Live – veja algumas dessas limitações no vídeo.

Visão geral do Hardware

Claramente as estrelas do FaderPort são os 8 faders motorizados – eles têm uma distância de deslocamento de 10 centímetros, perto de quatro polegadas, o que é bastante e lhe dá um controle bem detalhado.

Os faders são usados ​​para controlar parâmetros do DAW, e o fato de serem motorizados significa que eles podem fornecer informações sobre a posição dos parâmetros e envelopes de automação.

A carcaça é de metal maciço e fica firmemente apoiada na mesa, e todos os botões respondem bem. O FaderPort 8 possui dois encoders que percorrem os parâmetros com grande controle, como deve ser.

As pequenas telas no topo são iluminadas, mas são LCDs, não OLED, então os ângulos de visão laterais não são muito bons – você deve colocar o FaderPort bem na sua frente, e não de lado, se você pretende enxergar as informações nas telas.

Por fim, em relação ao hardware, você tem uma entrada de footswitch na traseira, e o Faderport precisa estar ligado na tomada – ele vem com uma fonte de alimentação e se conecta ao computador via USB.

Integração com o Ableton Live

Os faders controlam um dos quatro tipos de parâmetros do Ableton Live: níveis de volume de faixa, pan track, mandadas de efeitos e parâmetros de plugins. O vídeo que acompanha este review demonstra os detalhes e as limitações desses controles, assim como todos os outros botões e codificadores trabalham com o Ableton Live. Parece haver muito poucos limites no uso dos faders como controladores de nível, pan e send, no entanto, a versão atual do firmware do FaderPort 8 é limitada ao controle de até 8 dispositivos e 8 parâmetros por dispositivo.

Suporte a MIDI

Além de suportar outras DAWs, o FaderPort também possui um modo como controlador MIDI, para que você possa mapear qualquer um dos faders ou botões para os parâmetros da sua DAW. No entanto, para trocar entre o modo DAW e o modo MIDI, é necessário desligá-lo, manter pressionados os dois botões da faixa esquerda e, em seguida, selecionar o modo MIDI no menu de configuração.

Este procedimento torna o uso do modo MIDI um pouco chato – teria sido bom apenas alternar entre os modos DAW e MIDI com um botão integrado mais rápido.

Prós e Contras

Do lado dos “contras” – o Faderport 8 não foi construído especificamente para ser compatível com o Ableton Live, o que significa que você precisa aguentar certos probleminhas. Alguns, como a rotulagem de alguns dos botões que não correspondem à sua função, estão obviamente bloqueados no hardware e não vão mudar.

Algumas limitações, como o controle de apenas 8 dispositivos, ou 8 parâmetros por dispositivo, podem ser corrigidas em atualizações de firmware, embora não haja previsão para isso, e algumas coisas podem ser apenas limitações do protocolo de comunicações MCU que Presonus e Live usam para comunicarem-se entre si. Como mencionei antes, um recurso que gostaria de ver é uma troca rápida entre os modos DAW e MIDI.

No lado “pró”, a forma como o FaderPort 8 e Ableton Live trabalham juntos é bastante impressionante. Eu pessoalmente prefiro faders a knobs porque você pode controlar mais de um parâmetro de cada vez com uma mão, e os faders motorizados não são um truque – trabalhar com o Live com o Faderport 8 é uma grande melhoria para o fluxo de trabalho, tornando o tedioso “procurar e clicar” com o mouse e teclado em uma agradável experiência que é tipo um instrumento. Se você tiver uma chance, confira o FaderPort 8 como uma nova maneira de controlar o Ableton Live.

Traduzido com a permissão de Loopop. Confira seu livro “Electronic Music Ideas, Tips and Tricks” em http://www.patreon.com/loopop. Todos os direitos reservados. Canal do YouTube aqui.

Translated with permission from Loopop. Check out his book of Electronic Music Ideas, Tips and Tricks at http://www.patreon.com/loopop”.

Se você se interessa por este tipo de conteúdo e se quiser nos ajudar a publicar mais e melhores reviews, inscreva-se no canal do YouTube do Loopop, compartilhe este artigo, faça comentários, tudo isso ajuda de verdade nosso site a crescer e melhorar. Obrigado.

Já conhece nossa loja?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui