Guitar Hero versus Youtuber

Kostis Sotiropoulos nos escreve uma reflexão a respeito da atual geração de virtuosos youtubers e o que os diferencia dos Guitar Heroes da história.

Tenho quase 42 anos e posso me lembrar claramente de um mundo sem smartphones e computadores. Veja bem, eu não estou dizendo que este era um mundo melhor, este é um tópico para outro artigo, mas era um mundo onde morou aquela criatura mítica, o Guitar Hero. Um herói é alguém que, por definição, executa tarefas quase impossíveis e está fazendo isso não apenas pela visível força física, mas principalmente pela força do caráter, integridade e um profundo senso de moralidade. Em outras palavras, essa pessoa pode ir do certo ao errado, mas escolhe o lado certo, apesar das dificuldades que ele/ela pode encontrar. O Guitar Hero com indivíduo não era nada disso, tenho certeza, mas suas declarações musicais mostravam uma profunda dedicação a uma causa maior do que ele próprio. E é por isso eles se tornaram tão influentes. Pessoas identificam-se com isso.

[bandcamp width=100% height=42 album=77473465 size=small bgcol=ffffff linkcol=0687f5]

Change is gonna come

Avance rapidamente meio século depois e tudo mudou. A mudança é inevitável, mas pode-se argumentar claramente que vivemos hoje em uma sociedade muito mais materialista e autocentrada. Isso pode ser visto em todas manifestações de comportamento humano e um dos mais importantes é, claro, a música. A maior mudança no jogo foi o vídeo. De repente se tornou muito importante, e cada vez mais com o passar dos anos. O equilíbrio de sucesso e habilidade mudou enormemente.

guitar-hero-ou-youtuber

Hoje em dia, na música, não é preciso ser um verdadeiro mestre para ter sucesso. Em relação ao mundo da guitarra, todo mundo hoje está fazendo upload de vídeos no Youtube e algumas pessoas estão indo muito bem nas mídias sociais, ganham muito dinheiro e são estrelas reais com milhares de seguidores. E alguns são realmente bons músicos. Assim sendo, qual é o problema? Por que essas pessoas não estariam no mesmo time que o Guitar Hero acima mencionado? Bem, eu acredito que a diferença está na razão do porquê eles estão fazendo o que fazem. Lembre-se da definição do herói que demos? Um herói é uma pessoa que está disposta a colocar-se sob alguma causa que é maior que ele. No nosso exemplo, essa causa é música. Essas pessoas eram servos da música e se viam assim. O exato oposto é o que acontece hoje. A maioria desses jovens artistas usa a causa para se promover. Infelizmente, música tornou-se o servo.

Logotipo Youtube

Vamos examinar alguns detalhes. Os melhores solos estavam nas melhores músicas. Então, não foi apenas um caso de mostrar destreza, mas também e ainda mais, musicalidade, habilidades de composição e entrega. A música foi o mestre e ditou o que foi necessário. A maioria dos youtubers toca fora de contexto. Sozinhos e sem música, exibindo rapidamente sua velocidade ou qualquer outra habilidade que possuam. Raramente você vê alguém mostrando musicalidade real. Destreza e velocidade em um instrumento pode-se adquirir rápido. A maioria dos virtuosos desenvolve sua habilidade durente seus anos adolescentes. Tenho certeza de que todo mundo conhece um exemplo deste tipo. Musicalidade, de outro modo, é um atributo muito mais diversificado, uma vez que contém um enriquecimento muito mais amplo, auto-desenvolvimento e até mesmo espiritualidade. Em outras palavras, leva tempo. E tempo, infelizmente, é o que estes talentosos jovens músicos não têm.

Estão sempre respondendo e-mails, enviando conteúdo continuamente, aprendendo o tempo todo como operar novos gadgets, softwares e plataformas de mídia social para criar novos conteúdos e assim por diante. É engraçado, uma vez eu assisti a horas de vídeos de uma banda mostrando suas guitarras, seus pedais, suas namoradas, até que tipo de café eles preferem e como escovam os dentes pela manhã. E eles só tinham duas músicas! Imagine Rory Gallagher nos mostrando seu quarto ou como ele andava de bicicleta e por que ele preferia cereal de milho no café da manhã. Quem se importa? Nós nos importamos com “A Million Miles Away” ou qualquer outra ótima música que ele tenha escrito.

Hope I die before I get old

Eu não estou realmente preparado para dar conselhos, ainda não sou tão velho. Mas estou deixando um aviso para todos os jovens que não têm a chance que eu tenho de lembrar de um mundo sem todas essas coisas: ganhar reconhecimento através de verdadeiras habilidades musicais (destreza, musicalidade, habilidades de composição) é OK.

Ganhar o reconhecimento através da auto-exposição pode ser perigoso. Pode realmente inflar seu ego e deixar você com um legado de incontáveis ​​horas de masturbação pública com a guitarra e todas as outras coisas com as quais ninguém realmente se importa. Sempre façam a pergunta: É por isso que eu entrei na música? Se a resposta for não, tente dizer a sua verdade através do seu instrumento e, quem sabe, talvez você seja o próximo Guitar Hero cujo solo pode mudar ligeiramente o giro da terra e fazer as donzelas chorarem.

Kostis-Sotiropoulos
Kostis Sotiropoulos

Kostis nasceu em Thessaloniki, Grécia, em 1976. Toca guitarra desde 1989 e desde então tem tocado com grandes artistas gregos em mais de 700 apresentações. Com sua banda Kashmir já tocou com James Brown, B.B. King e Dr. Feelgood. Além de tocar com sua banda solo, Kostmusic, também realiza gravações à distância e pode ser contratado pelo site Airgigs. Contato em inglês.

https://kostismusic.bandcamp.com/

http://masterbluesrockguitar.com/