Conceitos de guitarra

fender-um-dos-modelos-de-guitarra-mais-famosos

A guitarra é um instrumento muito especial, apaixonante e sedutor. Diferente de todos os outros, porque as possibilidades sonoras são infinitas. O que torna o universo da guitarra muito vasto, cheio de estilos e conceitos. Isso se dá por  causa dos muitos fatores envolvidos na construção do som:

Mas como definir então conceito diante de um mar tão vasto de possibilidades?

A primeira definição ou decisão a ser feita é entre os conceitos “vintage” e “moderno”. Antes de mais nada, quero deixar claro que não se trata de melhor ou pior, bonito ou feio, bom ou ruim. Trata-se apenas de conceitos (visão ou concepção sobre determinado assunto).

Este divisor de águas é mesmo muito determinante. Toda a gama de fatores que estão a disposição vão mudar. Por exemplo:

Modelos de Guitarra

Vintage

Modelos das marcas tradicionais como Gibson e Fender. Basicamente Telecaster, Stratocaster, Les Paul e as semi-acústicas. Esses modelos tem como característica um som mais orgânico, com ênfase no próprio timbre (voz) do modelo. Cada modelo tendo o seu próprio timbre, como uma identidade ou personalidade. Veja um vídeo demonstrativo sobre timbres em meu canal do YouTube.

Como exemplo bem difundido de timbre orgânico, temos o som “quack” da Stratocaster.

Moderno

Marcas como Ibanez e ESP, assim como muitas outras no mercado.  Fabricam modelos mais no conceito da alta performance, braços com escalas com mais trastes para alcançar mais notas e com captadores mais agressivos para obter sons mais saturados. Esses modelos também costumam ter um design mais retilíneo e afilado.

Em relação a amplificadores, o mesmo acontece. Os amplificadores de marcas mais tradicionais também trazem uma proposta de som mais orgânico e com personalidade, enquanto os mais modernos assumem o conceito mais agressivo e de alta performance. Em relação a efeitos já não há uma divisão tão clara entre os dois mundos. Talvez o único tipo de efeitos  que poderíamos definir como mais moderno são as distorções pesadas e sujas. Mas praticamente toda a gama de efeitos das três famílias,

  1. ambiência
  2. modulação
  3. ganho

passeiam pelos dois conceitos.

Em relação a captadores, todos sabemos que só existem 4 tipos.

  • Humbucker
  • singles
  • P90
  • TV jones

Quando o assunto é captador, os humbuckers assumem uma posição mais presente no conceito moderno, mas isso não o torna ausente no conceito clássico. O que acontece é que esse tipo de captador é mais agressivo por natureza e mais receptivo a interferência manual por Luthier, para aumento de ganho e saturação. Os singles, embora menos, também aparecem no conceito moderno, mas geralmente com alterações para mais agressividade e ganho. Já os P90 e os TV jones são mesmo exclusivos do conceito clássico ou vintage. Eles tem uma sonoridade totalmente adocicada e nasal, não sendo muito apropriada para sons de alta performance.

Bem, enfim chegamos na parte humana. A pegada ou o feeling do guitarrista. Neste respeito precisamos entender que os grandes mestres da década de 60, Jimi Hendrix, Jimmy Page, David Gilmour e Eric Clapton, que “descobriram” a guitarra, estavam numa época na qual só existia um conceito. O que pra nós agora é o clássico. Eles se preocupavam muito com timbre (como a guitarra soa), sentimento e criatividade. Suas obras são bem elaboradas em relação ao arranjo, mas ao mesmo tempo de fácil absorção pelo ouvinte, com sonoridades cheias de texturas e nuances, além de terem uma pegada bem sentimental e com frases bem melódicas em seus solos.

eric-clapton
Eric Clapton em 1978. Foto: Chris Hakkens [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons

Com muita influência do Blues, basicamente se baseavam na escala pentatônica para criar seus solos. Meu curso online de guitarra ensina a criar solos dentro deste conceito.

Já no conceito moderno, a alta performance entra em cena, onde outros fatores ganham destaque. Velocidade, frases com muitas notas, muitos tipos de escalas nos solos, pouca ou nenhuma influência do Blues, técnicas com alto grau de dificuldade, incluindo tapping e muita alavanca. A habilidade e precisão são essenciais nesse conceito, o que exige bastante treinamento, estudo e dedicação. Pois a execução se torna difícil devido a essas características. Algo comparado a um exercício de um ginasta. É preciso estar em dia com os treinos  para executar. Mas o resultado é realmente impressionante, um verdadeiro  espetáculo! Mestres como Van Halen, Steve Vai, Joe Satriani e John Petrucci, ajudaram a criar este conceito.

Van Halen em ação

Geralmente, não vemos muitos guitarristas que se especializam nos dois conceitos. Ou você se dedica a um ou ao outro. O que não impede de nos aventurarmos em ambos. Mas a questão de gosto acaba falando mais alto e naturalmente, ou instintivamente, nos enveredamos mais por um dos conceitos. Então o melhor é deixar que nossa alma (sentimento) nos leve pelo caminho que ela indicar. No meu caso o estilo vintage fica muito evidente em meu trabalho autoral. Onde as influências do Blues e do Rock Clássico estão à flor da pele.


Você tem receio de comprar pela internet? Visite a Loja Musicosmos. Você compra e paga somente DEPOIS de receber o produto em sua casa. Uma loja virtual onde o risco é realmente ZERO para você. Por tempo limitado. Veja alguns produtos:

anserson-paiva-a-essencia-da-guitarra
Anderson Paiva

Cantor, compositor, guitarrista, professor de guitarra & violão, colunista de música e produtor de jingles.

Toca guitarra e canta desde os 15 anos de idade. Suas maiores influências sempre foram os grandes mestres da guitarra e as grandes bandas das décadas de 60 e 70.

Toda a influência do Rock Clássico, do Blues e do instrumental, ele trouxe para suas composições, assim como também para seus métodos de ensino.

Participou do Festival de música e ecologia de Ilha Grande em 2019, com a música "É uma ilha, Ilha Grande". (Clipe no canal do YouTube) Composição selecionada entre quase 400 de todo o país para se apresentar ao vivo na categoria "Ecologia".

Ao longo da sua experiência de mais de vinte anos como guitarrista e professor, desenvolveu um método simples e direto de fazer o aluno que já toca guitarra aprimorar a criatividade e o sentimento.

Este método está no curso online 7 Passos para Você Criar Solos Incríveis.

Seu canal no YouTube traz todo um conteúdo aprofundado sobre o universo da guitarra. Com muitos tutoriais, documentários e um curso de guitarra gratuito sobre o estilo do mestre Jimi Hendrix, "Licks Between Chords".

Tem também um trabalho autoral, onde além de compositor, atua também como cantor e guitarrista. Está disponível em todas as plataformas digitais.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui