Mike Campese – The Fire Within

 Fabrizio Dadò   Determinado e tecnicamente irreprimível em sua carreira artística, como sempre, Mike Campese chega com The Fire Within, seu décimo álbum solo – provavelmente o mais pesado até hoje concebido pelo virtuoso norte-americano. 12 faixas em 50 minutos de metal neoclássico salpicado com prog e funk, sempre mantendo alta a tensão musical e a performance instrumental. Patrick Johansson colabora com sua com sua poderosa bateria, que esteve na corte de Yngwie Malmsteen de 2001 a 2013.

Como o sobrenome denuncia, Mike tem ancestrais italianos, calabreses para ser preciso, e gosta de voltar ao país, nem que seja apenas para se inspirar. Isso explica títulos como “The Battle of Pompeii” ou “On the Road to Liguria”, sugestivas referências. A própria “The Battle of Pompeii” abre o disco com fragmentos orgulhosos e sem medo dos míticos anos 80/90.

Mas não existe apenas inspiração neoclássica. Mike faz um notável esforço de composição, e aqui estão algumas faixas difíceis como Lies, a progressiva “Tuscan Road”, baladas parcialmente acústicas como “All Alone”, o funky “Throw It All Away”, o slide usado para o blues cafeinado “Hana Highway”. Há também boa performance vocal do guitarrista em cinco faixas do álbum. Recomendado para fãs do shred mais técnico e selvagem.


Originalmente publicado na revista Axe Guitar Magazine nº 10 – Traduzido e reproduzido por Musicosmos com autorização de Edizioni Palomino, Roma (Itália) – © Edizioni Palomino – Todos os direitos reservados.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui