Este é um pedal que nasceu com o objetivo de superar uma adversidade e que acabou ganhando o posto de titular no equipamento de um dos maiores baixistas de rock do planeta: Steve Harris, do Iron Maiden. Conheça como nasceu e como é o pedal SH1, da Tech 21.

Não é raro que os músicos de bandas gigantes e muito populares decidam ocupar o tempo vago de sua atividade principal com um projeto paralelo, integrando uma nova banda ou como solistas. É o caso de Steve Harris, baixista e fundador do Iron Maiden, ícones absolutos do Heavy Metal, que em 2012 fundou seu próprio grupo, o British Lion.

A nova banda – que anunciou o lançamento de seu segundo álbum, “The Burning”, programado para 17 de janeiro de 2019 – permitiu que Harris mudasse para um terreno musical menos ancorado ao metal, indo mais para o lado de um rock clássico com forte sonoridade anos 70.

pedal-tech21-sh1-signature-steve-harris

Ao mesmo tempo, mergulhar em um novo projeto fez o baixista e compositor do Iron Maiden voltar a cair na estrada em vários contextos, situações e palcos obviamente distantes das proporções faraônicas da Donzela, consequentemente submetendo a escolha de seu equipamento a estas novas condições.

Não sendo possível empilhar em pequenos palcos sua parede de Marshalls vintage (até mesmo pelo problema do alto volume de som), Harris firmou parceria com a Tech 21 para projetar em conjunto este SH1, nascido para possibilitar que seu equipamento fosse reduzido a uma pedaleira, facilitando a manutenção e o uso, mesmo em palcos reduzidos.

O que era para ser apenas uma conveniência, criada para superar a impossibilidade de usar seu set up principal, funcionou tão bem que levou o baixista a adotar o pedal no seu equipamento titular durante a turnê “Legacy of the Beast 2019” com Iron Maiden.

O SH1 usa circuitos totalmente analógicos e é equipado com dois canais com os respectivos controles de ganho e nível. Para esculpir o som desejado, é equipado com um equalizador de quatro bandas e um switch que ativa um boost de 18 db quando necessário.

O controle Blend permite dosar a proporção entre o som direto do instrumento e a emulação de amplificação valvulada do SansAmp.

No seu painel frontal há ainda um afinador e na lateral encontra-se uma saída XLR balanceada.

Com este pedal, a Tech 21 expande sua oferta de pedais signature para baixistas, junto com os modelos dedicados a Geddy Lee e Doug Pinnick.

Licença Creative Commons

Artigo originalmente publicado em Accordo.it. Traduzido e publicado por Musicosmos sob licença de Accordo. Leia o artigo original. Foto de capa: Divulgação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui